Uma extensa pesquisa documental foi realizada para compor o escopo teórico do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme). Foram analisadas com rigor normas e diretrizes (nacionais e internacionais) que deram suporte ao trabalho dos pesquisadores. A seguir, conheça alguns desses documentos considerados referenciais, alguns deles produzidos pelos mais respeitados organismos mundiais para a formação médica.

Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina

Define os princípios, fundamentos, condições e procedimentos da formação de médicos a serem observadas na organização curricular das universidades brasileiras.

Learning Outcomes for the Medical Undergraduate in Scotland

Recomendações de cinco universidades escocesas quanto ao domínio de habilidades clínicas, comunicação, promoção da saúde e prevenção de doenças, ética e responsabilidades legais etc.

Lei 12.871/2013

Institui os programa Mais Médicos, coordenado pelo ministérios da Educação e da Saúde, que seleciona médicos registrados no Brasil ou médicos formados em instituições de educação superior estrangeiras para formar recursos humanos na área médica para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Organização Nacional de Acreditação (ONA)


Entidade não governamental e sem fins lucrativos, fundada em 1999 por entidades públicas e privadas do setor de saúde, que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco na segurança do paciente.

Processo de Bolonha

Protocolo que fortaleceu a acreditação de escolas médicas na Europa, em resposta às demandas crescentes de globalização, internacionalização da medicina e de mobilidade de profissionais.

Tomorrow’s Doctors: Outcomes and standards for undergraduate medical education

Publicação do General Medical Council, órgão responsável pela acreditação de escolas médicas no Reino Unido, com padrões para conhecimentos, habilidades e comportamento que os novos licenciados britânicos devem trazer para a sua prática.

WFME Global Standards for Quality Improvement

Modelo da Federação Mundial de Educação Médica (WFME) para a definição de padrões institucionais para cursos de medicina em vários estágios de desenvolvimento, e com diferentes condições educacionais, socioeconômicas e culturais.

WHO/WFME Guidelines for Accreditation of Basic Medical Education

Diretrizes globais da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Federação Mundial de Educação Médica (WFME) para a formação médica a serem utilizadas nos sistemas de acreditação de diferentes países.