O Saeme é baseado em um trabalho desenvolvido por um grupo de pesquisadores que elaborou um instrumento e um roteiro para avaliar os cursos de medicina no Brasil, a partir de aspectos como o seu contexto e política institucional, projeto pedagógico, programa educacional, corpo docente e discente e infraestrutura.

Em sua fase de testes, esse modelo já foi aplicado em oito cursos de medicina. É um processo de avaliação que utiliza os conceitos de suficiência e insuficiência, não sendo classificatório. O sistema permite ainda identificação de áreas ou aspectos de excelência educacional e de áreas que necessitem de aprimoramento.

O processo compreende uma etapa de preenchimento online de um questionário que abrange cinco dimensões (gestão educacional, programa educacional, corpo docente, corpo discente e infraestrutura), seguida de análise destes dados por uma Comissão de Avaliação; e visita ao curso de medicina por uma equipe composta por pelo menos três avaliadores.

Após este processo, a Comissão de Avaliação emite uma devolutiva à instituição de ensino e o resultado final, que pode ser classificado em três categorias: Acreditado, Acreditado com Ressalvas e Não Acreditado.

Confira a seguir um roteiro com as etapas previstas.